o único momento real...

Brasil consome 1/5 dos agrotóxicos produzidos no mundo e parlamentares querem nos matar intoxicados

By ReiNasc

Postado em , , , | Tags : , , , , , , , , , ,

O Congresso Nacional o Projeto de Lei 6670/2016 que institui a Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (PNaRA)

O Brasil é um dos maiores consumidores de agrotóxicos do mundo

Com sua ajuda e muita pressão, a PNaRA pode se tornar Lei, garantindo a redução dos agrotóxicos no Brasil, mais saúde para a população e um ambiente sadio para se produzir comida de qualidade.

Além disto, sua assinatura também irá ajudar a barrar o Projeto de Lei (PL) 6299/2002, conhecido como “Pacote do Veneno”. Ao liberar ainda mais o uso de agrotóxicos no país, o Pacote do Veneno vai contra a vontade da sociedade brasileira – segundo pesquisa IBOPE, 81% dos brasileiros considera que a quantidade de agrotóxicos aplicada nas lavouras é “alta” ou “muito alta” – Chega de Agrotóxico.

Lista da Anvisa dos alimentos com maior nível de agrotóxicos

Produtos mais populares na mesa da população são os mais afetados

Não é novidade para ninguém que os alimentos que consumimos possuem uma parcela significativa de agrotóxicos, não é mesmo? O que pouca gente sabe é que alguns produtos específicos são compostos por um nível muito maior de contaminação.

Após análise de quase 2.500 amostras, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou uma lista dos alimentos mais afetados pelos produtos químicos no Brasil.

De acordo com o site “Hypeness”, a batata foi o único vegetal examinado que não apresentou nenhum lote contaminado. Em contrapartida, 91,8% das amostras de pimentão apresentavam agrotóxicos acima do permitido.

Outros alimentos que estão no topo do ranking de contaminação são:

  • Morango
  • Pepino
  • Alface
  • Cenoura
  • Abacaxi
  • Beterraba
  • Couve
  • Mamão
  • Tomate

Feijão um grande vilão

Você sabia que o feijão consumido por um brasileiro pode conter 400 vezes mais resíduo do inseticida malationa do que o mesmo grão no continente europeu? E esta discrepância enorme não é ilegal. É permitida pela legislação brasileira, que regulamenta o uso de agrotóxicos no país.

Este dado e tantos outros fazem parte de um novo estudo divulgado recentemente, que vem trazer ainda mais assombro e revolta aos brasileiros. O Atlas: Geografia do Uso de Agrotóxicos no Brasil e Conexões com a União Europeia, trabalho realizado durante três anos pela geógrafa, professora e pesquisadora Larissa Mies Bombardi, revela como os alimentos ingeridos diariamente no Brasil estão infestados por quantidades de agrotóxicos simplesmente inaceitáveis em outros países e também, como agricultores estão sendo expostos à substâncias químicas proibidas e já banidas na Europa.

Para se ter uma ideia, dos 121 agrotóxicos autorizados para o cultivo do café brasileiro, 30 tem uso proibido nos países da União Europeia.

 

Farra dos agrotóxicos: 60% de nossos alimentos estão envenenados

Você já ouviu falar que a agricultura precisa de mais terras para produzir mais e atender a população que só aumenta? Pois é, mas há algo de muito errado nessa conta, nessa ideia de produção (de distribuição e comercialização também) porque, no Brasil, por exemplo, se produz muito, se desperdiça no mínimo 1/3 do que é produzido e não se mata a fome.

Pior: boa parte dos alimentos está envenenada por agrotóxicos, que, como sabemos – e é óbvio, aliás – causam grande mal ao meio ambiente e à saúde dos seres humanos, como desregulações hormonais, má formação, distúrbios dos sistemas imunológico, nervoso e reprodutivo e câncer.

Alguns venenos já são até banidos em outros países, mas seu uso ainda é permitido no Brasil, como acaba de revelar um relatório do Greenpeace sobre a toxicidade de alguns alimentos (bastante comuns em nossa dieta). Segundo o estudo, “estamos comendo comida com veneno todos os dias”.

São José dos Campos-SP. 27/08/2014.Creche Centro de Educação Infantil Professor Paulo Cesar dos Santos Mortari.
Foto: Sergio Amaral/MDS

Leia Mais

Fonte: Chega de Agrotóxico e  Catraca Livre.

(Visited 2 times, 1 visits today)

About The ReiNasc

Related Posts

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Comment


btt