o único momento real...

Abertura da Linha 4, entre Barra da Tijuca e Ipanema, será no dia 1º de agosto

By ReiNasc

Postado em , | Tags : , , , , , , , , , , , , , , , ,

Primeiro trem percorre trajeto da Linha 4 do metrô

Abertura da linha, entre Barra da Tijuca e Ipanema, será no dia 1º de agosto

Com a conclusão da instalação de trilhos da Linha 4 do metrô, entre a Barra da Tijuca e Ipanema, a passagem da primeira composição foi feita neste domingo no chamado eixo olímpico. Na viagem entre as estações General Osório, em Ipanema, e Jardim Oceânico, na Barra, passando pela ponte estaiada, estavam abordo o secretário estadual de Transportes, Rodrigo Vieira; a presidente da RioTrilhos, Tatiana Carius; o diretor do Metrô Barra, Pedro Augusto Cardoso; e o presidente da concessionária Rio Barra, Maurício Rizzo.

O primeiro carro da Linha 4 do Metrô passa no chamado eixo olímpico – Divulgação

O primeiro carro da Linha 4 do Metrô passa no chamado eixo olímpico – Divulgação

Tatuzão conclui escavação do túnel que ligará Ipanema à Barra

— Esse momento é de fundamental importância para a operação especial da Linha 4 do metrô e marca a conexão, por trilhos, da Barra da Tijuca com a Zona Sul — afirmou Rodrigo Vieira.

O secretário de Transportes disse que os testes de cada um dos sistemas seguem dentro da programação. No domingo, o primeiro carro metroviário saiu da estação General Osório, passou pelas estações Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental, São Conrado/Rocinha e chegou à estação multimodal Jardim Oceânico, na Barra.

Ele informou ainda que o cronograma está ajustado. Em junho, serão feitos os testes finais com os trens para a abertura da linha no dia 1° de agosto.

Segundo a Secretaria estadual de Transportes, na reta final das obras de implantação da Linha 4, a execução dos serviços chega a 95% de conclusão. Os testes na nova linha metroviária tiveram início em janeiro e ocorrem por fases. As subestações de energia e os sistemas operacionais já estão sendo verificados, como as avaliações de sinalização nos túneis, equipamentos de controle e até a energização das vias. Os sistemas de ventilação e iluminação definitivos também passam por testes, assim como escadas rolantes e elevadores.

As cinco estações que estarão em operação antes dos Jogos Olímpicos (Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental, São Conrado e Jardim Oceânico) estão em fase final de acabamento.

Linha 4 do metrô atrasa e inauguração será apenas na abertura da Olimpíada

Viagem inaugural, no dia 5 de agosto, será exclusiva para atletas, colaboradores e público das competições

A inauguração da Linha 4 do Metrô Rio, que ligará a Zona Sul à Barra da Tijuca, teve novos atrasos. Antes anunciada para o dia 1º de julho, a viagem inaugural da linha será no dia de estreia da Olimpíada, 5 de agosto, exclusivamente para a “família olímpica”, que reúne os atletas, colaboradores e público das competições. Estes últimos só poderão entrar mediante apresentação de ingresso da Rio-2016, além do bilhete olímpico (cartão que permitirá múltiplas viagens em todos os transportes).

Segundo a Secretaria Estadual de Transportes, depois do funcionamento seletivo durante os jogos, haverá uma pausa para ajustar detalhes observados na fase anterior, a fim de deixá-lo pronto para as Paraolimpíadas. Após os jogos paralímpicos, será feita outra interrupção no serviço e, só então, liberada a todos os cariocas.

Estação Nossa Senhora da Paz está pronta e com trilhos, mas primeiro trem só recebe passageiros em agosto Foto: Divulgação

Estação Nossa Senhora da Paz está pronta e com trilhos, mas primeiro trem só recebe passageiros em agosto
Foto: Divulgação

A Linha 4 ainda não tem data confirmada para ficar acessível à população, informou a secretaria em nota. O plano operacional pós-jogos ainda vai ser definido pelo governo estadual em parceria com a concessionária e, assim que estiver pronto, será divulgado, completou.

Em dezembro do ano passado, o então secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osorio, confirmou a inauguração para 1º de julho. E o anúncio voltou a ser feito por ele em janeiro, quando o hoje provável candidato a prefeito pelo PSDB visitou as obras da Estação Antero de Quental, no Leblon — uma das seis que vão compor a nova linha do transporte metroviário.

Quando assumiu a pasta do transporte, no final de fevereiro, o atual secretário Rodrigo Vieira afirmou que o início da operação com passageiros seria no mês anterior aos Jogos.

Outra mudança no projeto envolve a questão financeira. Estimado inicialmente em R$ 5 bilhões, o valor das obras pode chegar a R$ 9,7 bilhões, quase o dobro do que era esperado.

A Linha 4 é altamente esperada pela população. A previsão é de que sejam transportados 300 mil passageiros diariamente, o que implicaria na redução de 2 mil veículos nas ruas, segundo o governo. A viagem da Estação General Osório, em Ipanema, até o Jardim Oceânico, na Barra, será feita em 13 minutos.

Entre elas, estão as estações Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental, Gávea e São Conrado. A da Gávea é a mais incerta. Enquanto as outras ficarão prontas para a Olimpíada e disponíveis à população após o plano operacional, a daquele bairro deve ser inaugurada apenas em 2017, ainda sem data específica — o prazo contratual vai até janeiro de 2018, segundo o governo.

Fonte: O Dia e PL.

(Visited 1 times, 1 visits today)

About The ReiNasc

Related Posts

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Comment


btt