o único momento real...

Governo envergonha com aumento do STF acima do teto constitucional

By Raymond

Postado em | Tags : , , , , , , ,

Toda a população vai pagar aumento ao Judiciário, afirma Bolsonaro

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta terça-feira (27) que o aumento nos salários do Poder Judiciário será pago por “toda a população”.

Bolsonaro fez a afirmação após jornalistas pedirem que ele comentasse a decisão do presidente Michel Temer (MDB) de sancionar o reajuste de 16,38% para os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), salários mais altos do poder público.

“Pergunta pro Temer. O Temer que decidiu sancionar”, disse Bolsonaro, ouvindo de jornalistas que a conta seria paga pela futura gestão. “Quem vai pagar é toda a população brasileira, quem vai pagar é todo mundo. A minha responsabilidade nessa área começa a partir de 1º de janeiro do ano que vem”, respondeu o
presidente eleito.

Governo envergonha com aumento do STF acima do teto constitucional neste momento ético e moral de se diminuir despesas da máquina estatal

É esperado que o aumento no Supremo produza o chamado “efeito cascata”, levando a reajuste em diversas carreiras na Justiça, como juízes e promotores de
todo o país. Estudos das consultorias da Câmara e do Senado apontam um impacto de cerca de R$ 4 bilhões nas contas públicas.

Segundo o ministro do Planejamento, Esteves Colnago, o impacto nas contas públicas será de pelo menos R$ 1,65 bilhão. Ele esteve reunido nesta manhã com o
futuro ministro da Economia, Paulo Guedes.

A sanção do reajuste por Temer levou o ministro do STF Luiz Fux a revogar o pagamento do auxílio-moradia, autorizado por decisões liminares (provisórias) do
próprio Fux. O fim do auxílio-moradia foi negociado pelo STF como uma contrapartida à concessão do aumento salarial. A ideia é que o fim do pagamento
do benefício compense o reajuste.

Leia Mais

Fonte: UOL | Fotos: distribuição|internet.

(Visited 14 times, 1 visits today)

Related Posts

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Comment


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

btt