o único momento real...

Concorrente do WhatsApp o Google Allo deve ser lançado esta semana

By Raymond

Postado em | Tags : , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Você pode até instalar o Google Allo essa semana. Mas duvido que use o app

Allo, o novo aplicativo de mensagens do Google, pode ser lançado já nesta semana, mais precisamente na quarta-feira (21.9).

E alguns de seus recursos nunca foram utilizados em um messenger. Apresentado no último Google I/O, há uma grande expectativa em torno do seu funcionamento. Mas, de qualquer forma, a Big G terá um desafio e tanto para fazer com que os usuários migrem para esta nova plataforma.

Em um mundo tão volátil e imprevisível como é o da tecnologia móvel, é difícil dizer com total certeza quais aplicativos darão certo (a minoria) e quais ficarão pelo caminho (a maioria). Antes de seus lançamentos, teria sido impossível, por exemplo, prever o sucesso de apps como o Boomerang, Prisma ou MSQRD. Mas, há certo momentos, em que não é necessário ser um guru da Tecnologia para ver quais programas vão cair no esquecimento rapidamente.

Tudo aponta que o lançamento do Allo, o mais novo aplicativo de mensagens do Googe, será nesta quarta-feira (21.9). Suas funções foram apresentadas há alguns meses, durante oúltimo Google I/O (o encontro de desenvolvedores da empresa) e, ainda que muitas sejam interessantes, não me parecem suficiente para converter o app em um êxito estrondoso.

A maioria das funções do app é relativamente igual ao que se vê nos seus concorrentes: introdução de texto nas imagens, mudança do tamanho da fonte das mensagens, etc. Mas, o recurso mais interessante, e que claramente diferencia o Allo de seus rivais, é a integração do Google nas conversas. Chame seu amigo para assistir a um filme e o Allo vai te sugerir as salas de cinema mais próximas a você e os horários dos longas em cartaz. Esta tecnologia se estende às respostas automáticas e outras funções da conversação.

Na maioria das suas funções, o Allo é igual aos seus principais concorrentes / © AndroidPIT

Na maioria das suas funções, o Allo é igual aos seus principais concorrentes / © AndroidPIT

A criptografia do Allo, no entanto, é on the wire e não End-to-end (Ponta-a-ponta), como ocorre no WhatsApp, Messenger, Telegram e iMessage. Será possível abrir uma janela no modo Incógnito para poder ativar a codificação Ponta-a-ponta, mas a que preço? A de perder a integração com o Google durante a conversação, que é a característica mais interessante do comunicador.

O fato é que, simplesmente, esta integração não é possível se a informação está encriptada. Mas, isso não deixa de ser um ponto positivo (ou negativo se você faz questão de usar o Assistant) em um momento em que os principais apps migraram a um nível de codificação muito mais seguro.

A concorrência é dura e o momento é pouco oportuno

Setembro é, provavelmente, o pior mês para lançar um aplicativo de mensagens

Para começar, os usuários do iOS estão desfrutando de um iMessage totalmente renovado há menos de uma semana, com direito a integração de apps de terceiros e novos recursos.

Se olharmos para o mercado norte-americano, por exemplo, de acordo com dados da Statista, a porcentagem de usuários de iOS representa 43,9%. Logo, é difícil prever como o Google irá converter os adeptos desta plataforma – que utilizam o iMessage em sua maioria – para o seu novo app de mensagens.

Especialmente levando-se em conta que, precisamente neste país, a adoção de comunicadores de terceiros é baixa. O WhatsApp, por exemplo, terminou 2014 com uma taxa de adoção de apenas 8% nos mesmos Estados Unidos.

O domínio do WhatsApp e do Facebook Messenger, a esta altura, também é difícil de combater. E não foi por falta de tentativa por parte do Google, que criou apps  como o Hangouts e o Google Messenger, mas cujos resultados ficaram bem longe dos principais rivais.

A concorrência entre os messengers é dura / © ANDROIDPIT

A concorrência entre os messengers é dura / © ANDROIDPIT

A tudo isso, soma-se a incompreensível decisão do Google de separar o Allo do Duo, o novo app de videochamadas da empresa. Mesmo com mais de 10 milhões de downloads em menos de um mês, este último também não conseguiu conquistar o coração dos usuários.

E isso é perceptível ao olharmos a posição do aplicativo no Google Play. A ver se o Allo não terá o mesmo destino. É muito provável que a sua curiosidade faça você instalar o Allo no seu smartphone e também é possível que você goste do app. No entanto, é pouco provável que ele se converta no seu principal aplicativo de mensagens.

Ainda que suas funções sejam interessantes, comprometem a privacidade dos usuários; sua concorrência já está consolidada demais para apostas em uma nova plataforma; e a comunidade iOS, muito importante para o mercado norte-americano, é difícil de convencer.

Mais que inteligência artificial ou buscas integradas, o Google precisa é de um milagre para colocar o Allo entre os grandes.

Leia Mais

Fonte: Canaltech.

(Visited 3 times, 1 visits today)

About The Raymond

Related Posts

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Comment


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

btt