o único momento real...

Isabella Fiorentino diz que filhos a salvaram da anorexia e critica indústria da moda

By Raymond

Postado em | Tags : , , , ,

A modelo resolveu tornar público, nesse domingo, um problema grave que sofreu há anos: anorexia.

Hoje a vida de Isabella Fiorentino parece ser perfeita, com seus trigêmeos lindos, Bernardo, Nicholas e Lorenzo Hawilla, mas nem sempre foi assim.

Ela publicou em seu Instagram uma foto em que aparece com 50kg – 10 a menos do que seu peso atual, divididos por seu 1,78m de altura. “Essa sou eu, uns 15 anos atrás, quando pesava 50 kg. Era evidente que tinha algo errado comigo, já que me achava acima do peso e sempre queria emagrecer cada vez mais! A chamada anorexia é uma doença sorrateira e devemos combatê-la.”

Simultaneamente à postagem, Isabella foi ao ar no programa da “Eliana”, no SBT, para falar sobre o assunto. “Acho que hoje em dia a gente tá com uma doença que é a infelicidade com o próprio corpo. O referencial de mulher bonita é modelo. Isso que eu acho muito perigoso pra gente. Acho a Izabel Goulart perfeita, acho a Gisele perfeita, a Isabeli Fontana perfeita, só que a gente deixa um pouco de lado a genética de cada um. A gente querer ter um corpo igual ao delas é muito cruel. Assim como eu querer ter o corpo igual ao que eu tinha antes de ter filhos também é muito cruel comigo.”

Isabella Fiorentino há cerca de 15 anos, quando pesava 50 kg | Créditos: Reprodução Instagram

Isabella Fiorentino há cerca de 15 anos, quando pesava 50 kg | Créditos: Reprodução Instagram

Ainda sobre o transtorno de imagem, a modelo e apresentadora chegou a atribuiu parcela de culpa do problema à industria da moda, dizendo: “No ambiente que eu trabalhava, ambiente de moda, eu era aplaudida de pé quando estava com 50 kg, com anorexia.” Sobre o divisor de águas que a salvou do transtorno alimentar, continuou, dirigindo-se à Eliana: “Quando você falou que eu sou uma mãe de trigêmeos, foi nesse momento que fui salva da anorexia, quando tive o desejo de ser mãe, engravidar, ter uma família… Foi quando o meu psiquiatra me falou que se eu quisesse ser mãe teria que comer, porque ‘desse jeito você não consegue engravidar’”, completou.

“Cheguei a pesar 49 na época mais grave. Nunca fui internada, mas fiquei sem energia, tinha um cor mais pálida, minhas unhas eram quebradiças”, completou.

Leia Mais

Fonte: Glamurama.

(Visited 24 times, 1 visits today)

About The Raymond

Related Posts

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Comment


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

btt