o único momento real...

O Porsche Panamera em grande estilo

By Raymond

Postado em | Tags : , , , , , , , , , , , ,

O Porsche Panamera é uma berlina de luxo entre os melhores desportivos

A segunda geração do Porsche Panamera foi, esta semana, apresentada em Berlim, na Alemanha. Como não podia deixar de ser, nós estivemos lá e contamos-te todas as novidades deste novo modelo.

Conciliar as performances de um verdadeiro desportivo com o conforto de uma berlina de luxo. É este o objetivo do novo Porsche Panamera, que se apresentou na capital alemã completamente renovado, desde o leque de motorizações e tecnologias de condução ao design interior e exterior.

Design

De facto, a nível estético, a marca de Estugarda prometeu e cumpriu. A pedido de muitas famílias, a nova geração do Porsche Panamera sofreu alterações profundas, seguindo a linguagem de design de um dos ícones da marca alemã: o Porsche 911. Visualmente, este conceito reflete-se num automóvel desportivo de maiores proporções e linhas dinâmicas.

Porsche Panamera

A segunda geração do Porsche Panamera mede agora 5.049 mm de comprimento (mais 34 mm), 1.937 mm de largura (mais 6 mm) e 1.423 mm de altura (mais 5 mm). Apesar do ligeiro aumento em altura, à primeira vista o novo Panamera parece mais baixo e mais comprido, devido à redução da linha de altura na secção traseira (mais baixa 20 mm, sem prejuízo para os passageiros do banco de trás) e ao ligeiro aumento da distância entre eixos (30mm).

 

Em termos de largura, o Porsche Panamera cresceu apenas seis milímetros, mas devido ao capot mais musculado, à nova barra na grelha do radiador e à admissão de ar em forma de A, o modelo alemão aparenta ter crescido bastante mais. A carroçaria construída em alumínio acentua a silhueta desportiva, que é também complementada através dos alargadores das cavas das rodas, com espaço para albergar jantes de 19 polegadas (4S/4S Diesel), 20 polegadas (Turbo) ou as opcionais jantes de 21 polegadas.

Na secção traseira, destacam-se as luzes ligadas por uma faixa em LED a três dimensões, com luzes de travagem integradas de quatro pontos. Mais abaixo, enquanto que o Panamera 4S e o 4S Diesel são facilmente reconhecidos pelas saídas de escape redondas, o Panamera Turbo destaca-se pelas saídas de escape trapezoidais.

Interiores

A nova filosofia de design abrange igualmente o interior do habitáculo, que é completamente novo. Os tradicionais botões de comando foram substituídos em muitas áreas por comandos sensíveis ao toque, mais intuitivos. Diretamente na linha de visão do condutor foram colocados dois ecrãs de 7 polegadas – que integram o novo Porsche Advanced Cockpit -, e no meio destes, um conta-rotações que permanece analógico, em homenagem ao Porsche 356 A de 1955.

A consola onde está localizada a alavanca da caixa de velocidades, entre o condutor e o passageiro da frente, é dominada por um ecrã de 12,3 polegadas sensível ao toque, onde se encontra a nova geração do sistema Porsche Communication Management (PCM), que integra funções como a navegação online, Porsche Connect, integração com smartphones e um novo sistema de controlo por voz.

 

Para provar a importância da versatilidade e conforto a bordo, a Porsche optou por bancos traseiros rebatíveis numa divisão 40:20:40 (que aumentam a capacidade da bagageira de 495 litros para 1 304 litros), teto de abrir, sistema de som High-End 3D da Burmester e bancos de massagens.

Motorizações

Porque se trata, afinal, de um desportivo, a segunda geração do Porsche Panamera sofreu um incremento de potência, de tal modo que é descrita como “a berlina de luxo mais rápida do planeta”. Os motores sobrealimentados V6 e V8 partilham um conceito de design especial: os turbocompressores estão integrados no centro do “V” do banco dos cilindros. Esta disposição faz com que os motores fiquem mais compactos, o que permite uma montagem em posição mais baixa. Além disso, o curto espaço entre os dois turbos e as câmaras de combustão produz uma resposta espontânea ao acelerador.

Inicialmente, o Panamera Turbo conta com o mais potente motor a gasolina da gama, o novo bloco V8 4.0 bi-turbo apresentado no último Simpósio de Engenharia Automóvel de Viena. Graças aos 550 cv de potência (às 5 750 rpm) e 770 Nm de binário máximo (entre as 1.960 e as 4.500 rpm) deste novo motor de oito cilindros – mais 30 cv e 70 Nm, respectivamente – o Panamera Turbo precisa de apenas 3.8 segundos para acelerar dos 0 aos 100 km/h. Com o pacote Sport Chrono, este sprint cumpre-se em apenas 3.6 segundos. Já a velocidade máxima é de 306 km/h.

O Panamera Turbo é também o primeiro Porsche a estar equipado com o novo controlo de cilindros adaptativo. Em carga parcial, e de forma temporária e impercetível, este sistema coloca o motor V8 a trabalhar com apenas quatro cilindros, o que reduz os consumos de combustível até 30%, de acordo com a marca.

Quanto ao Panamera 4S, está equipado com um motor V6 biturbo de 2,9 litros, que debita uma potência máxima de 440 cv (mais 20 cv que o modelo anterior) e 550 Nm de binário, disponível entre as 1.750 e as 5.500 rpm. O Panamera 4S alcança os 100 km/h em 4.4 segundos (4.2 segundos com o pacote Sport Chrono) antes de atingir os 289 km/h de velocidade máxima.

 

Já na versão mais modesta, o Panamera 4S Diesel produz 422 cv (às 3.200 rpm) e um binário de 850 Nm – constante ao longo da faixa de rotação, das 1.000 rpm às 3.500 rpm. Dos 0 aos 100 km/h, a berlina alemã demora 4.5 segundos (4,3 segundos com o pacote Sport Chrono) – segundo a marca, é o modelo de produção a gasóleo mais rápido do mundo.

Ao nível do equipamento, importa destacar o novo assistente de visão noturna, que utiliza uma câmera térmica para detetar pessoas e animais de grande porte na estrada, exibindo-os no cockpit em cor de destaque, ao mesmo tempo que emite um aviso.

O novo Porsche Panamera já pode ser encomendado e tem a chegada marcada aos concessionários portugueses no próximo mês de novembro. Os preços para Portugal começam nos 134.644 € para o Panamera 4S, 154.320 € para o Panamera 4S Diesel e 188.007 € para o Panamera Turbo.

Leia Mais

Fonte: Razão Automóvel.

(Visited 18 times, 1 visits today)

About The Raymond

Related Posts

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Comment


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

btt